quarta-feira, 1 de abril de 2020


A performance é um item crucial em qualquer loja virtual e ela está relacionada a velocidade.

Segundo o Portal Brasileiro de Dados Abertos, os acessos via 3G e 4G estão acima de 88% no território nacional. Esses dados mostram que a cada dia as pessoas navegam e compram muito mais através do celular.

Após diversas análises e testes, o Google chegou na seguinte conclusão sobre velocidade:

Rápido: 0-1 segundo
Na média: 1 segundo-2.5 segundos
Lento: 2.5 segundos ou mais

Em um mundo ideal sua loja virtual precisa carregar em até 1 segundo, mas sabemos que existem diversos fatores extras que não deixam isso acontecer e vamos falar desses fatores daqui a pouco.

O importante é que pelo menos sua loja carregue em até 2.5 segundos, ficar e estar na média é um ponto positivo perante seus concorrentes.

Há alguns anos sabemos sobre a regra dos 5 segundos, basicamente os 5 primeiros segundos são a sua galinha de ouro para convencer o cliente a permanecer na página, visitar outras páginas da loja e finalizar a compra. A cada segundo que a loja demora para carregar você pode perder até 10% das vendas.

Por mais que os acessos via 3G/4G e até Wifi estão cada dia mais rápidos, os usuários estão cada vez mais impacientes. O carregamento da loja precisa ser feito em até 2.5 segundos. Ou seja, metade da regra dos 5 segundos que comentamos anteriormente.

Agora vamos falar dos fatores que você pode fazer para melhorar a velocidade da sua loja.

Imagens
Esse item é conhecido por todo mundo, oferecer imagens otimizadas e de tamanhos diferentes (principal, detalhada e ampliada) melhora a velocidade.

CSS
Carregar o CSS que é só exibido na página, não mostrar o CSS da página X, quando você está na página Y.
Minificar o CSS para deixar mais compacto

Javascript (Arquivos que você tem controle)
Minificar o Javascript para deixar mais compacto

Agora chegamos no ponto crucial de performance: Javascript de Terceiros. São arquivos que você não tem controle mas que foram inseridos na loja virtual.

Dependendo do arquivo inserido, ele pode ser o vilão de toda a performance da sua loja. Por essa razão, antes de inserir qualquer arquivo, faça testes.

Muitas vezes inserimos um arquivo, pensando que ele é só um arquivo, mas dentro dele existem chamadas para mais 3, 4 e até 5 arquivos. Ao invés da sua loja carregar um único arquivo, a loja carrega 5 arquivos e todos esses arquivos impactam na velocidade da loja virtual.

Quer saber quais arquivos estão comprometendo a performance?

Existe um site chamado Request Map Generator, ele mostra um mapa dinâmico com todas as solicitações.

Ao inserir a URL da sua loja virtual, rapidamente você identifica todos os scripts, os bytes transmitidos, quão lentos são seus domínios e toda sua hierarquia.

Veja um exemplo:
Request Map Generator

Agora que conhece toda a hierarquia e suas dependências, é mais fácil conversar com sua equipe sobre quais scripts são realmente necessários para fazer a loja virtual funcionar e quais não afetariam os acessos.

Ao mostrar para sua equipe a visualização interativa dos dados, todos vão entender como funciona a hierarquia de cada arquivo e quanto isso afeta a performance.

Cada círculo colorido, também conhecidos como nós, representam um tamanho em bytes e quanto maior o nó, maior o número de bytes.

A ideia dessa ferramenta não é apontar dedos para as integrações, é identificar os possíveis causadores de lentidão e encontrar soluções.

Boas vendas!

Este artigo foi escrito por Adriano Yamuto, da equipe de desenvolvimento do Fastcommerce.

Integrações e Velocidade - O que isso tem a ver com minha Loja Virtual?

quarta-feira, 25 de março de 2020


Se uma imagem vale mais do que mil palavras, um vídeo pode valer mais do que mil imagens!

Não é à toa que as lojas virtuais estão apostando cada vez mais neste recurso.

Utilizar vídeos na loja virtual é uma excelente maneira de explicar o que você vende. Os vídeos podem apresentar o produto em todos os ângulos, demonstrando sua utilização e o cliente por sua vez, se sentirá mais confiante para realizar a compra em sua loja virtual.

De acordo com o próprio Google, 95% da população brasileira online consome vídeos no Youtube. Ou seja, as pessoas preferem assistir um vídeo sobre um produto do que ler sobre ele.

Veja mais 5 vantagens de colocar vídeos na descrição dos seus produtos:

1. Sua loja ganha mais credibilidade.
2. Há aumento no engajamento do cliente.
3. Redução da taxa de devolução do produto.
4. Vídeos são mais propensos a aparecer nas primeiras páginas do Google.
5. Aumento das conversões.

Os vídeos podem ser de vários tipos. O importante é que eles sejam atraentes e cativantes, para manter a atenção do cliente. Veja os tipos mais comuns:

Comerciais, geralmente são curtos, em média vão de 30 segundos a 1 minuto.
Os vídeos comerciais são como as propagandas de TV. Neste formato o foco é exibir as características dos produtos, destacando suas vantagens.

Tutoriais, duram cerca de 3 a 5 minutos.
Os vídeos de passo a passo mostram como usar e obter todos os benefícios que o produto oferece, pois nem sempre o cliente tem dúvidas quanto a qualidade do produto e sim sobre como fará o uso dele.

Há ainda a possibilidade de produzir vídeos de review, de unboxing, com influenciadores digitais ou até de mesmo de formas de uso dos produtos. Não importa o seu modelo o importante é usar o poder dos vídeos em sua loja virtual!

Agora que você já sabe o potencial que os vídeos tem, clique aqui e conheça nossas dicas para implementar em sua loja.

Boas vendas!

Este artigo foi escrito por Luciana Hamassaki, da equipe de Marketing do Fastcommerce.

Descubra como usar vídeos para vender mais!

quarta-feira, 18 de março de 2020


O Google Alerts é um excelente mecanismo para aprimorar suas estratégias de marketing e acompanhar seus concorrentes.

Mas o que é o Google Alerts ou Alertas do Google?

O Google Alerts ou Alertas do Google é uma ferramenta gratuita que permite criar alertas para descobrir novos conteúdos. Basicamente você monitora os conteúdos buscando novas ideias e também pode utilizá-lo para acompanhar seus concorrentes.

Por exemplo, se você criar um alerta "Tênis de Corrida" qualquer conteúdo que estiver disponível na web após a criação desse alerta, você receberá um e-mail.

Você não precisa mais procurar informações com esse termo ou outros termos, a informação vem até você!

Vale ressaltar que o processo não é em tempo real. Isso quer dizer que o Google leva algumas horas ou dias para indexar as páginas, só após a indexação dessa página é que você receberá o alerta.

Para muitos especialistas em marketing, coordenadores, gerentes e outros que trabalham com mídia online, o uso do Google Alerts é quase tão bom como receber em tempo real as informações sobre o mercado. Isso porque nem sempre é possível acompanhar todos os sites de notícias.

Ao cadastrar para receber os alertas, você não perderá mais nenhum resultado ou notícia pelo termo desejo, é importante cadastrar até o nome da sua empresa para receber os alertas. Dessa forma, você saberá quem está falando de você.

Usar o Google Alerts é muito mais eficiente do que procurar página por página do termo no Google.

Conheça 4 Dicas de como o Google Alerts pode ajudar no SEO da sua loja!

O Google Alerts monitora todo o conteúdo da web, através do seu potencial e de informar os resultados indexados, você consegue criar estratégias para benefício próprio.

1) Acompanhe sua empresa
Receba alertas quando falarem sobre sua empresa.

2) Acompanhe seus concorrentes
Receba alertas dos seus concorrentes, saiba onde eles estão e o que falam sobre eles.

3) Acompanhe suas palavras-chave
Fortaleça sua estratégia de palavras-chave e de como as pessoas usam as palavras-chave. Isso ajudará a encontrar novas ideias para title, description, nome do produto, descrição, artigo para postagens e outros.

4) Link Building

Quando sua empresa for mencionada em um post, site institucional ou em artigos, você tem uma oportunidade de ouro para criar backlinks.

Veja agora como configurar o Google Alerts:

A configuração é bem simples e requer seguir alguns passos, vamos lá!

1) Acesse o Google Alerts

2) Faça o login com a sua conta do Gmail

3) No campo de busca digite o termo desejado. Por exemplo, Tênis de corrida

4) Clique no link Mostrar opções
Você pode filtrar os resultados por Frequência, Fontes, Idioma, Região, Quantos e Enviar para o e-mail.

  •     Frequência: Quando disponível, No máximo uma vez por dia, No máximo uma vez por semana
  •     Fontes: Automático, Notícias, Blog, Web, Vídeos, Livros, Discussões, Finanças
  •     Idioma: Todos os idiomas (se o seu mercado está no Brasil deixe português)
  •     Região: Qualquer país
  •     Quantos: Somente os melhores resultados, Ver todos
  •     Enviar para: seu e-mail

Nesse primeiro momento sugiro deixar as opções padrões fornecidas, após conhecer o sistema, cada alerta poderá seguir uma regra. Tudo dependerá da sua estratégia.

5) Clique no botão Criar Alerta

Após a criação do alerta você receberá por e-mail todas as sugestões referentes aos termos ou termo cadastrado e com o alerta criado é possível Apagar ou Editar as configurações a qualquer momento. 

Viu como é fácil acompanhar tudo o que acontece no nicho do seu mercado e sem muito esforço.

Agora vou dar uma DICA BÔNUS para que você aproveite ao máximo do Google Alerts e não deixar nada pendente!

1) Crie alertas com erros de grafia
Ao incluir erros de grafia nos alertas você vai expandir suas possibilidades em encontrar resultados valiosos para serem explorados.

Por exemplo: Tênis de corida

Nesse caso serão dois alertas, o primeiro alerta será o correto Tênis de corrida e o segundo alerta será com o erro de grafia Tênis de corida.

Como você viu, o Google Alerts é uma ferramenta extremamente fácil de ser utilizada e é importante saber o que ocorre em sua volta sem muito esforço.

Comece agora a receber os alertas!

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Adriano Yamuto, da equipe de desenvolvimento do Fastcommerce.

Descubra como usar o Google Alerts

quarta-feira, 11 de março de 2020


Psicologia das cores é o estudo que revela como o cérebro humano identifica e entende as cores de diferentes formas, influenciando em suas emoções, sentimentos e desejos.

Agora que você já sabe o conceito da psicologia das cores, é importante saber o que elas representam e como aplicá-las na identidade visual da sua marca.

As cores são responsáveis por criar um ambiente de navegação agradável aos clientes, elas influenciam diretamente na decisão de compra. Uma página com harmonia visual tem maior potencial para despertar o interesse dos visitantes, transformando os acessos em vendas.

Cada cor tem o poder de gerar diferentes sensações nos clientes e saber disso é muito importante na hora de planejar a criação de sua loja virtual. As cores escolhidas devem transparecer o sentimento que sua loja deseja despertar, além disso devem estar em sintonia com seu logotipo.

Para facilitar o uso das cores em sua loja virtual, veja abaixo o que cada cor representa. As informações foram publicadas no artigo The Logo Company o mini guia ajuda na escolha das cores para cada tipo de negócio:

Preto
Qualidades: credibilidade, firmeza, força, poder, precisão, objetividade.
Indicado para as áreas de: construção, corporativo, petróleo, financeira, moda, industrial, cosmético, mineração, marketing, comercial.

Vermelho
Qualidades: apetite, excitação, urgência, perigo, sexy, romance, design, calor, rapidez.
Indicado para as áreas de: alimentação, roupas, moda, vestuário, cosmético, esportiva, imobiliária, entretenimento, saúde, serviços de emergência, marketing, relações públicas e publicidade.

Verde
Qualidades: orgânico, juventude, carinho, instrucional, educativo, aventura, ecologia, calma, natureza.
Indicado para as áreas de: medicina, ciências, governamental, recrutamento, negócios ecológicos, turismo, recursos humanos.

Azul
Qualidades: credibilidade, calma, limpeza, foco, médico, profissionalismo, judicial, poder, relacionado a negócios.
Indicado para as áreas de: medicina, científica, utilitários, governamental, saúde, tecnologia, recrutamento, comercial, legal, tecnologia da informação, ortodôntica, corporativa.

Laranja
Qualidades: criatividade, dinamismo, energia, juventude, expressividade, infantilidade, frutífero, inocência, entusiasmo.
Indicados para as áreas de: recrutamento, alimentação e bebidas, entretenimento, educação, esportes, recursos humanos, infantil.

Amarelo
Qualidades: energia, direção, dinamismo, encorajamento, design, criatividade, juventude, brilho, positividade.
Indicado para as áreas de: infantil, alimentação e bebidas, entretenimento, novas tecnologias, sinais e placas.

Roxo
Qualidades: espiritualidade, mistério, magia, religiosidade, evocação, sensualidade, bem-estar, ocultismo, amor.
Indicado para as áreas de: corpo, mente e alma, astrologia, tarô, aromaterapia, massagem, ioga, cura, espiritual, oculta.

Marrom
Qualidades: terra, carinho, historia, segurança, finanças, tradição, conservadorismo, confiança, retrospecto, estabilidade.
Indicado para as áreas de: construção, animais, mineração, veterinária, finanças, imobiliária, tradição, ecologia.

Branco
Qualidades: clínica, limpeza, médica, clareza, pureza, espaço, simplicidade, facilidade, frescura.
Indicado para as áreas de: medicina, científica, tecnologia, odontológica.

Como você pode ver, a importância das cores no e-commerce vai muito além de preferências pessoais ou convenções. É um fator de comunicação entre sua marca e seus clientes, que dependendo da situação, pode significar um volume maior ou menor de vendas.

Nossa dica é: capriche no design e utilize recursos que facilitem a navegação da loja virtual, além de proporcionar uma boa experiência ao cliente ele se lembrará de sua loja em futuras compras.

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Luciana Hamassaki, da equipe de Marketing do Fastcommerce.

Como aplicar a psicologia das cores no e-commerce?

quarta-feira, 4 de março de 2020



O chatbot é um poderoso aliado no gerenciamento da loja virtual para o atendimento dos clientes através de mensagens, mas você sabe o que é um chatbot?

A palavra chatbot é a união das palavras chat (bate-papo) com bot (robô). O chatbot é um software que simula as conversas com os usuários, ele é uma inteligência artificial (AI) que vai interagir com os clientes através de aplicativos de mensagens, sites ou até mesmo em ligações telefônicas.

Podemos separar o chatbots em dois grupos, o primeiro grupo é o chatbot restrito e o segundo é o chatbot inteligente.

Chatbot Restrito
São robôs pré-programados através de um sistema e que são capazes de realizar diversas tarefas, são bastante utilizados em atendimentos. Nesse modelo de operação é necessário o fator humano, mesmo que seja mínimo.

Nesse módulo existe um fluxo de conversa onde você já sabe quais são os caminhos e quais procedimentos adotar com o transcorrer da conversa.

Chatbot Inteligente (AI)
É uma inteligência artificial que se auto alimenta através de um aprendizado. Eles podem "pensar", "raciocinar" conforme uma conversa, gostos e peculiaridades.

Podemos ver essa interação diariamente através de sugestões e recomendações através de redes sociais como o Facebook, Instagram, lojas de aplicativos como Google Play, App Store e até em sugestões de músicas no Spotify.

Basicamente eles têm a capacidade de aprenderem sozinhos, essa linguagem é conhecida como NPL (Processamento de Linguagem Natural), eles não ficam presos a comandos pré-cadastrados. Quanto mais usuários utilizarem, mais inteligentes eles ficam.

Você sabe quais são as vantagens de utilizar um chatbot?

  •     Atendimento 24h por dia, durante 7 dias por semana
  •     Tempo de resposta instantâneo
  •     Tempo de atendimento reduzido

Essa é uma das novas tendências para o comércio eletrônico e que muitas empresas estão adotando cada vez mais.

No quesito custo/benefício, a porta de entrada para esse novo mundo é o chatbot restrito onde as perguntas e respostas já foram programadas e elas conseguem solucionar em até 90% dos casos. O fator humano entrará em ação em uma dúvida muito peculiar.

O desafio será pensar em todas as perguntas e respostas e deixá-las prontas. Nesse caso é importante pensar como um Atendente e Cliente, por exemplo:

Atendente: Em que posso ajudar?
Cliente: Comprei um produto na loja
Atendente: Qual é o número do pedido?
Cliente: 99999999

Nesse exemplo, vamos utilizar a pergunta "Em que posso ajudar?". Nessa pergunta deixamos pré-programados palavras-chave e qual caminho seguir. Seguem exemplos de palavras comprei, comprar, problema, dúvida, etc...

Se o cliente por ventura digitar "Comprei", o chatbot vai conhecer essa palavra-chave e direcionar para uma nova pergunta de forma automática "Qual é o número do pedido?".

Agora, se o cliente utilizar uma outra pergunta, por exemplo "Estou com uma dúvida", e essa palavra já está programada, o chatbot pode realizar uma nova pergunta para o cliente com algumas palavras específicas "A sua dúvida é referente a um pedido, entrega, cupom de desconto ou sobre um produto específico?".

Dependendo da palavra-chave digitada, o cliente receberá uma nova pergunta, até encontrar a solução final. Conforme foi explicado, se a dúvida for referente ao pedido de número 999999, o cliente quer saber se o pedido já saiu para entrega, aqui requer o fator humano, será necessário analisar o pedido e falar qual é o status.

Um outro exemplo mais simples é cadastrar as perguntas iguais aos bancos, tudo por números, exemplo:

Atendente: Em que posso ajudar?
           Digite 1 se está com problemas no pedido
           Digite 2 se é uma dúvida relacionada a nossa empresa
           Digite 3 se é uma dúvida de produto
           Digite 4 se o cupom de desconto não funcionou

Cliente: 4
Atendente: Por favor, informe o código do cupom de desconto
Cliente: XXXX-YYYY-XXXX-YYYY

Agora que você conhece as duas formas de perguntas e respostas para utilizar no chatbot, verifique qual vai se enquadrar melhor na sua empresa e como você pode tirar o melhor proveito dessa solução.

O Google tem uma poderosa ferramenta chamada DialogFlow, com ela é possível criar uma integração com o WhatsApp Business, Facebook Messenger, Hangout, Telegram, Viber e muito mais.

Se você já utiliza um sistema de chat, verifique com a empresa se eles oferecem esse tipo de funcionalidade para sua loja virtual.

Como pode ver, o chatbot é um aliado na loja virtual, você ganha agilidade e tempo.

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Adriano Yamuto, da equipe de desenvolvimento do Fastcommerce. 

Chatbot um Robô de Atendimento

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020


Você sabe qual é a diferença entre uma boa venda e uma excelente venda?

A primeira acontece quando você vende vários produtos, mas nunca mais vê o cliente. A excelente venda é quando você vende alguns produtos, mas fideliza o seu cliente e faz com que ele retorne várias vezes e compre novamente em sua loja virtual.

Manter a satisfação do cliente após a realização de uma compra é tão importante quanto atraí-lo para ela. A fidelização do cliente é essencial para o sucesso do qualquer negócio.

Ter consumidores voltando a fazer aquisições no seu e-commerce significa que eles ficaram satisfeitos com os produtos e tiveram boa experiência de compra. Além disso, reter clientes atuais é mais barato que atrair novos, ou seja, invista em estratégias que aumentem o engajamento dos clientes para garantir a rentabilidade do seu negócio.

Realizar estratégias de recompra é simples. Veja 3 dicas para aumentar o volume de recompra em sua loja virtual:

1) Obtenha informações relevantes sobre seus clientes/pedidos, como idade, sexo, itens comprados, valor médio da compra e origem da visita. Aqui no Fastcommerce já oferecemos um relatório para esse tipo de consulta. Basta executar o relatório: "Lista de melhores clientes" e saiba quais são os clientes que mais compraram e os que compraram apenas uma vez em sua loja virtual. 

2) Utilize o e-mail marketing como canal de comunicação com esses clientes. Agrupe clientes e crie campanhas exclusivas para esse tipo de ação. Se possível fuja dos "termos clichês", como promoção, só hoje, saldão, desconto etc. Além de pouco atrativas, elas podem fazer com que seu e-mail seja barrado ou enviado para pasta SPAM do cliente.

3) Incentive o retorno. Ofereça desconto para uma próxima compra. Esta é uma das estratégias mais eficientes tanto para a captação, quanto para a fidelização de clientes.

Teste as estratégias e faça os ajustes necessários até que alcance bons resultados.

E por fim, foque no relacionamento, mantenha a comunicação aberta. Procure fidelizar clientes, não somente vender produtos, pois recompras e recomendações são consequência de um atendimento de qualidade aliado a bons produtos.

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Luciana Hamassaki, da equipe de Marketing do Fastcommerce.

Como aumentar a recompra na loja virtual?

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020



O breadcrumb é uma navegação interna da loja virtual e mostra a localização da página que você está acessando.

Ele também pode ser conhecido pelo termo Migalha de Pão como na história João e Maria, onde as crianças utilizam desse artifício para não se perderem e para voltarem com segurança.

Esse é o conceito do breadcrumb, facilitar a navegação e melhorar a usabilidade do cliente. O breadcrumb é o guia do cliente.

No design das lojas virtuais eles ficam no topo, logo abaixo da navegação principal. Por essa razão, ele é conhecido como navegação secundária, são exibidos como links, tem um design simples e muito eficaz.

Exemplo:
Home > Categoria XYZ > Página Atual

Como mostrado no exemplo, o breadcrumb é utilizado em páginas de categorias, subcategorias, hotsites e nos produtos. São páginas que deixam trilhas pelo caminho, são duas 2 páginas ou mais de navegação.

Páginas únicas como Fale Conosco, Newsletter, Quem Somos e outras que são específicas e que não existem hierarquias, elas não precisam de breadcrumb.

Veja 4 dicas e um super BÔNUS!

Dica 1: Comece com a Página Inicial (Home)
O breadcrumb começa com a Home, ela é o ponto de partida, através da Home o cliente consegue se aprofundar na navegação visitando categorias e produtos. O menu sempre vai ter links e levará o usuário de volta para o ponto inicial.

Dica 2: Alinhamento à esquerda
O alinhamento do breadcrumb deve ficar a esquerda e no topo. Esse é um padrão universal e baseado na regra do Diagrama de Gutenberg e o Padrão-F (F-Patterns).

Dica 3: Links
Cada etapa do breadcrumb precisa ser clicável para facilitar a navegação, exceto a página atual que o cliente está no momento. O cliente não precisa clicar na página que se encontra, mas vai precisar clicar nas páginas anteriores para voltar e recomeçar a navegação.

Dica 4: Muito Grande
Tome muito cuidado com o tamanho do breadcrumb, muitos itens na navegação podem virar um problema. No desktop eles podem ser mostrados em uma única linha, mas ao acessar na versão Mobile, o breadcrumb quebra em múltiplas linhas, aumentando o espaço e prejudicando a usabilidade. Além do mais, ele não ilustra como um breadcrumb deveria ser, uma estrutura em cadeia, ou seja, um menu ao lado do outro.

BÔNUS
No Fastcommerce o breadcrumb da sua loja virtual é indexado!

Através dos Dados Estruturados disponibilizamos como a navegação da loja virtual é estruturada, essa informação é obtida pelo Google de forma automática.

A vantagem de fornecer essa informação, é mostrar para o Google como funciona a estrutura da loja virtual. O Google pode mostrar o breadcrumb nos resultados e tornar seu link mais atraente para os usuários.

O Google o define como um dos fatores de aprimoramento que podem influenciar positivamente o posicionamento da sua loja virtual.

Como vimos no artigo, o breadcrumb é uma navegação secundária, ela não vai substituir a navegação principal da loja virtual. É um recurso para que os usuários saibam onde estão e quais são os próximos caminhos, use com sabedoria.

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Adriano Yamuto, da equipe de desenvolvimento do Fastcommerce.

Breadcrumb É Seu Guia De Navegação

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020


Quem tem um e-commerce lida com vários problemas em relação à comercialização até conseguir de fato concretizar a venda. Depois que o pedido é concluído, um novo desafio se inicia, a entrega!

Certamente sem processos logísticos eficientes, dificilmente a loja consegue atender seus clientes de modo satisfatório. Além dos prazos, há os custos que envolvem a operação.

Como o mercado está se tornando cada vez mais competitivo, uma boa opção para melhorar a qualidade dos serviços e valorizar os clientes é oferecer a entrega agendada.

Apesar de inovador, é bem simples o conceito de entrega agendada/programada. Em resumo a entrega programada permite que o cliente selecione o melhor dia e horário para receber suas encomendas.

Uma vez que a loja virtual disponibiliza essa opção de entrega, é possível trabalhar com um planejamento em relação aos envios, que consequentemente reduz os custos. 

Além da economia, oferecer a opção de entrega agendada a loja atua conforme a lei e ainda pode ter várias outras vantagens. Veja algumas delas:

Acompanhamento sobre as entregas

Esse tipo de serviço melhora o controle sobre a saída de mercadorias da loja. Como cada uma tem seu dia e horário especificados, é mais fácil organizar e monitorar.

Aumenta o relacionamento com o cliente

A relação com o cliente também melhora muito, já que cabe a ele a decisão final da data da entrega. Ou seja, ele também tem compromisso com a venda.

Redução do retorno das encomendas


Como é o cliente que escolhe qual é a melhor data e horário para receber seu produto, as chances de encontrar a residência vazia se tornam bem menores.

Se todas as entregas forem feitas conforme o programado, será bom para todos. É certo que nenhuma loja está protegida contra os atrasos, já que situações inesperadas podem acontecer. Nesse caso, informe sobre o imprevisto e mostre que se encontra disponível para resolver da melhor forma e, assim, tornar esse momento menos conturbado.

Veja aqui como disponibilizar a entrega programada em sua loja virtual no Fastcommerce.

Bons negócios!

Este artigo foi escrito por Luciana Hamassaki, da equipe de Marketing do Fastcommerce.

Vantagens da entrega programada

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020


Uma maneira de simplificar o seu negócio e ter mais um canal de divulgação e vendas, é realizando parcerias.

Existem alguns tipos de parcerias que podem ser trabalhadas dentro de um e-commerce.

O importante é que antes de firmar qualquer negócio, o seu parceiro entenda muito bem sobre o seu produto e/ou serviço, afinal, ele irá ajudá-lo a alavancar as suas vendas.

A vantagem de firmar uma parceria é obter recursos a mais para o seu negócio e reduzir custos internos.

Vamos supor que você tenha uma loja virtual de móveis, e existe um profissional de Design de interior renomado. Através dele, você pode realizar a venda de seus produtos, pois ele irá indicar o seu móvel na hora de realizar a venda de seus serviços. E vice versa, você também pode indicá-lo em sua loja online: divulgar materiais sobre esse profissional e contato. Nesse caso, não há nenhuma bonificação para ninguém, pois ambos estão se divulgando.

Em outro caso, pode haver comissionamento ou outro tipo de regra que seja definida por ambos no momento em que estiverem fechando o negócio.

É possível também, criar promoções que atraia o cliente para ambos os serviços. Por exemplo, uma promoção linkada a loja de móveis e ao serviço de design de interior. Oferecendo um cupom de desconto, para dar certo essa parceria é importante atrair o cliente para que ele se interesse pelos dois serviços, ele precisa entender que ambos são essenciais, um complementa o outro.

Outra maneira é anúncio através widget de produtos em seu blog, site ou e-commerce. Widget de produtos é um script inserido em seu site, as vendas originadas deste canal, serão mensuradas e comissionadas.

E por fim, é possível cadastrar aquele vendedor/ revendedor externo, ao cadastrá-lo em sua loja no momento de fechamento do pedido, basta indicá-lo.

São muitas as opções e o Fastcommerce dispõe desse recurso incrível que irá ajudá-lo a potencializar suas vendas!

Quer saber como cadastrar um parceiro em sua loja? Entre em contato com a nossa equipe!

Este artigo foi escrito por Ana Paula Zamboni, da equipe de Marketing do Fastcommerce

Parceria para alavancar suas vendas!

 
Fastcommerce | Crie sua loja virtual © 2016 - Templateism.com